EMOÇÃO: O RELATO DE UMA PSICÓLOGA QUE DESCOBRIU UM CANCER

28 de outubro de 2016 | - EU VENCI

EMOÇÃO: O RELATO DE UMA PSICÓLOGA QUE DESCOBRIU UM CANCER

Conheça o relato da psicóloga Cynthia Miranda. Ela descobriu um câncer de mama aos 42 anos. Casada, mãe de duas meninas pequenas, ela divide sua experiência e expectativas sobre o tratamento, que foi iniciado em julho de 2016. "Estou eu em franco processo de desconstrução de hábitos, conceitos, manias que eu tinha ou ainda tenho, para aprender novas...", destaca a paciente no emocionante relato abaixo.

 

"Junho de 2016.... Sentada no consultório do meu mastologista, de mãos  dadas com meu marido, ouço : Cynthia, pelo resultado da sua biopsia foi confirmado  que você realmente está com CA  de mama, estamos juntos! Eu estou com vocês e você  vai ficar bem e curada...

 

A voz já estava longe....E eu só conseguia ouvir o que dentro de mim ecoava, CANCER! Que palavra horrível. Parecia ter ouvido uma sentença de morte. Não conseguia segurar minha mente, ela se transportou imediatamente para minhas filhas, Bia com seis anos e Laurinha,  na ocasião com 11 meses. Dentro de mim só  havia espaço  para uma pergunta: Deus, e as minhas filhas? Elas precisam de mim! 
 

Aos poucos  minhas emoções  foram se alinhando e pude ouvir o restante da explicação... Meu querido Dr. Henrique começou a falar sobre a estratégia de tratamento, o que faríamos etc... Tentei ser prática e firme, vamos enfrentar!
 

Sai apavorada, em choque, anestesiada! Fiz algumas ligações para amigos e pessoas da família e me permitir durante dois dias chorar.... chorei muito! Depois desses dois dias, levantei a cabeça e comecei a me preparar para a guerra. Não podia titubear eu queria viver e tinha muitos motivos para isso!
 

06 de julho, dia da minha cirurgia, mastectomia parcial, retirada do mamilo, onde estava localizado o tumor, esvaziamento da axila.
Quanto medo eu senti! Acho que nunca senti tanto medo, não estava preocupada em ficar sem o seio ou parte dele, estava com medo de morrer. Mais uma vez meu amado marido estava lá  ao meu lado, eu via nos olhos dele o quanto ele também  estava com o mesmo medo, e  do seu jeito  lá  estava ele me dizendo que tudo ficaria bem e que ele estava comigo. A cirurgia foi um sucesso, tudo retirado com uma boa margem de segurança. 


Após algumas semanas da cirurgia, começamos então a segunda fase do tratamento, me preparar para quimioterapia: seriam 16 sessões de quimioterapia.04 sessões de quimioterapia "vermelha", de 21 em 21 dias e 12 sessões de quimioterapia” branca” semanalmente. Após o termino da Quimioterapia seriam 19 sessões de radioterapia e depois disso a medicação durante 10 anos.

 

Atualmente estou indo para quarta sessão de quimioterapia "vermelha ", onde encerro o ciclo de 21 dias, estou também  me preparando para colocação de um cateter o que irá facilitar o acesso para medicação e minhas veias agradecem (risos).


Hoje sem dúvida alguma consigo dizer que os momentos em que senti mais medo foram dois, o dia do resultado e o dia da cirurgia, porém não foram os mais difíceis no aspecto físico, pois a nossa amiga "químio" sim, digo amiga, pois ela está salvando minha vida. Contudo, ela sim, me faz ter dias muito difíceis. Tem dias que me sinto uma pessoa com transtorno de humor bipolar, meu nível de alteração de humor é grande em decorrência dos efeitos colaterais da quimioterapia, as náuseas, as aftas, as candidíases, o intestino preso e ressecado, o inchaço, a fraqueza o mal estar generalizado, Deus socorro! Não tem como não alterar o humor.


Sim, é  muito, muito difícil mas procuro alinhar minha  mente  e pensar, vai passar! Estou viva, estou tendo a chance de um tratamento que está me permitindo viver. Afinal, eu pedi isso a Deus a chance de viver, criar minhas menininhas e mudar minha vida.

 

Elevo os meus olhos para o céu  e agradeço, pois Ele está sim, me dando uma nova chance, chance de fazer o que eu não fiz por mim, me cuidar mais, não carregar o mundo nas costas, mudar meus hábitos alimentares, meu ritmo de vida, ritmo de trabalho,confesso sou viciada em trabalho e estou lutando para descontruir isso em mim, praticar atividade física, viajar, passear, me divertir e levar a vida mais leve....Estou eu em franco processo de desconstrução de hábitos, conceitos, manias que eu tinha ou ainda tenho, para aprender novas...

 

Creio que muitas coisas só conseguirei realmente vivenciar e colocar em prática quando o tratamento  terminar afinal, estou numa montanha russa daquelas bem malucas da Disney.


Tenho a convicção que Deus é  comigo e está me fortalecendo, não tem como sair dessa do mesmo jeito. Ultimamente ando aprendendo a dar valor em  coisas tão banais  e percebo realmente o tratamento do câncer não é  só físico, é  emocional e espiritual, me sinto sendo moldada, vivo um dia de cada vez! 

 

Sou uma pessoa com uma personalidade estruturada, o que tem me permitido vivenciar esse "deserto" com muita resiliência,  FÉ, muita FÉ.
Hoje tenho uma certeza, tenho muito trabalho pela frente, tenho muito a mudar.
 

Eu creio na vida com propósito. Essa é  a minha maneira de olhar a vida. Eu sei que o que estou vivendo, embora difícil e doloroso é  para me mudar para melhor. Então, sugiro a você, seja o que estiver passando, ajuste o ângulo e veja a vida com uma lente diferente, tudo está a serviço  de algo que não temos controle, mas certamente  trará bons frutos! Creia Nisso! Treine sua mente para ver sempre o que você pode aprender, só assim mudamos, a ciência da neuropsicologia, nos ensina que nosso cérebro aprende com experiências ruins, dolorosas e de sofrimento, use a seu favor!


Agradeça a Deus a oportunidade pela vida.
Ame intensamente cada minuto, ame os que estão a sua volta,muitas vezes tolerando as nossas dificuldades, essa é  a maior prova de amor!
 

Agradeça, agradeça e agradeça! 
E lembre se tudo passa...   sei que já estou curada!
Não tenha medo daquilo que podemos resolver com tempo ou com recurso financeiro... cabelo cresce, usamos peruca, chapéu, lenço,  seio colocamos silicone e por aí vai (risos), use o bom humor para levar essas dificuldades!
 

Exercite sua fé ela pode te levar para onde você precisa!
Eu vejo essa doença como uma oportunidade de mudar minha vida e mudar para melhor.
Agora é questão de tempo, já estou caminhando rumo à  vitória!

 

Cynthia Miranda.

Psicóloga, paciente de câncer de mama em tratamento.

Deixe seu comentário

Comentários

cynthia Miranda - 04 de novembro de 2016

Meus queridos! Fiquei muito emocionada com os comentários deixados aqui! Isso me fortalece muito mais e me dá a certeza que vale a pena cuidar de vidas! Obrigada, obrigada e obrigada! DEUS ABENÇOE A TODOS.

Christiano Miranda - 01 de novembro de 2016

A Paz do Senhor Jesus. Dra. Cynthia chorei muito com o depoimento da Sra. (temos a mesma idade e mesmo assim a chamo de Sra., é respeito). Deus está no comando e te deu serenidade, apesar do susto inicial, para enfrentar momentos tão difíceis e que darão à Sra. muitos anos de vida para poder ver suas filhas crescerem na sua presença. A Sra. é uma guerreira e é abençoada pelo Senhor Jesus. Um grande abraço e fique com Jesus. Beijos

Derli Sathler - 01 de novembro de 2016

Querida Cynthia , suas palavras nos trazem alegria de ver o amor é o cuidado de Deus com vc . Sua vida é muito preciosa para os seus e para nós também , dou Glória a Deus pelo cuidado Dele com você . Isso já está passando e depois de toda luta você vai se levantar mais guerreira ainda . Bj

Visualizar todos os comentários