ALHO E CEBOLA: A COMBINAÇÃO PERFEITA DE 2 SUPER ALIMENTOS

07 de junho de 2017 | - Pra Viver Bem - Escolhas Saudáveis

ALHO E CEBOLA: A COMBINAÇÃO PERFEITA DE 2 SUPER ALIMENTOSNa mesa do brasileiro não falta a poderosa misturinha à base de alho e cebola que tempera os mais variados pratos. Mas estes dois super alimentos são muito mais que temperos. Estudos comprovam que ambos são considerados alimentos funcionais e são capazes de prevenir doenças e manter o organismo saudável.
O nutricionista Felipe Shang apresenta os 10 benefícios desses alimentos para o nosso corpo e dá dicas de como consumí-los. 

Cebolas

  1. São excelentes fontes de vitamina C;
  2. São excelentes fontes de flavonóides. Estudos sugerem que eles auxiliam na redução do risco de doenças como o Parkinson, doenças cardiovasculares e infarto.
  3. Os fitoquímicos presentes nas cebolas juntamente com a sua vitamina C ajudam a melhorar a imunidade;
  4. Podem auxiliar na melhora da densidade óssea em mulheres pós-menopausa;
  5. O cromo presente nas cebolas auxilia na regulação da glicose sanguínea.
  6. O enxofre ajuda a baixar a glicose sanguínea;
  7. A presença das fibras solúveis promove a boa digestão, além de auxiliar no crescimento de bactérias benéficas ao corpo;
  8. Um poderoso componente chamado quercentina, é conhecido por desempenhar um papel significativo na prevenção de diversos tipos de câncer;
  9. Uma das principais fontes de alimentos antioxidantes presente na dieta;
  10. Conferem sabor aos alimentos sem a necessidade de adição de sal e açúcar.

Segundo o profissional, o alimento pode ser consumido tanto cru, quanto cozido. “As cebolas cruas possuem níveis maiores de compostos orgânicos de enxofre que fornecem muitos benefícios para a saúde”, explica.
Ele esclarece que existem algumas diferenças entre a cebola amarela e a cebola roxa, porém os principais nutrientes como carboidratos e vitamina C são os mesmos. “As cebolas amarelas conseguem manter suas qualidades nutricionais por mais tempo devido aos maiores níveis de fitoquímicos. Por outro lado, a cebola roxa é caracterizada pela presença de fitoquímicos com propriedade antioxidante única. A sua cor é devida à presença de compostos químicos como o licopeno e a antocianina. Normalmente elas são consumidas de forma crua em saladas e sanduíches, uma vez que seu sabor é mais suave e doce”, afirma.


Alho
  1. É um alimento de baixa caloria e rico em manganês, vitamina B6 e vitamina C;
  2. É rico em um composto de enxofre chamado alicina, que é creditado por trazer diversos benefícios à saúde;
  3. O seu consumo tem efeitos cardioprotetores;
  4. O seu consumo é conhecido por melhorar o sistema imunológico, prevenido a gripe e o resfriado comum;
  5. Auxilia na redução da pressão arterial em hipertensos;
  6. Reduz os níveis sanguíneos de colesterol total e colesterol LDL naqueles indivíduos que as tem elevados;
  7. Possui antioxidantes que auxiliam na prevenção de doenças como o Alzheimer, demência, além de proteger o organismo contra o dano celular e o envelhecimento;
  8. Tem efeitos benéficos na saúde óssea de mulheres;
  9. O seu consumo está associado à prevenção de alguns tipos de câncer como do estômago e o colo retal;
  10.  Auxilia em problemas intestinais como disenteria, diarreia e colite.
 
Sobre o alho, o especialista explica que ele pode ser encontrado em diversas formas para as preparações culinárias, desde dentes inteiros, pastas suaves, em pó, e também na forma de extrato e óleo. “O composto ativo alicina, presente no alimento, só é encontrado quando o alho é esmagado ou clivado cru. Então, quando a pessoa cozinha antes de esmagá-lo, ele perde suas propriedades e efeitos para saúde. Assim, a melhor maneira de consumi-lo é crua”, explica.  Ele relata que o ingrediente também pode ser utilizado para fins terapêuticos, mas para isso é necessário recomendação médica ou nutricional.
 

Deixe seu comentário